.

Biodiversidade é a base para a vida na Terra

Barcos de pesca no México. Foto: Banco Mundial/Curt Carnemark
Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.


22/05/2016

Afirmação foi feita pelo secretário-geral da ONU para marcar o Dia Internacional para a Diversidade Biológica, este domingo 22 de maio; Ban Ki-moon pediu aos governos que protejam e evitem mais perdas no meio ambiente.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a biodiversidade e os ecossistemas representam “a base para a vida na Terra, para os meios de subsistência e para o bem-estar das pessoas”.

No Dia Internacional para a Diversidade Biológica, este domingo, 22 de maio, Ban pediu à comunidade internacional que preserve e realize uma gestão sustentável de uma variedade de vidas no planeta.

Investimento

Em mensagem para marcar a data, o chefe da ONU declarou que “preservar a biodiversidade e evitar mais perdas significam um investimento essencial para o futuro coletivo” da humanidade.

Ele disse que a biodiversidade é uma questão importante na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. Ban explicou que o objetivo número 15 reconhece a importância de o mundo impedir as perdas ambientais.

Segundo o secretário-geral, apesar das inúmeras promessas, as perdas de biodiversidade continuam aumentando em todas as regiões.

Ban declarou que para reverter essa tendência serão necessárias ações de todos os setores, indo desde os Estados-membros e agências da ONU ao setor privado, acadêmicos e sociedade civil.

Desafio

Em mensagem, o diretor-executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, Achim Steiner, disse que “muitas pessoas não têm ideia da magnitude da diversidade de plantas e animais no planeta ou de seus habitats naturais”.

Steiner afirmou que “é muito pequena também a ideia sobre o atual desafio global sobre a perda de biodiversidade”.

O secretário-executivo da Convenção sobre Diversidade Biológica, Bráulio Dias, declarou que “lidar com os causadores diretos e indiretos das perdas de biodiversidade exige uma atenção nos setores primários, como agricultura, florestas, pesca e aquicultura”.

Dias disse que “a demanda por comida, madeira, água e energia pode dobrar até 2050 devido ao aumento da população com um efeito concomitante e negativo na biodiversidade”.

Fonte: Rádio ONU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e pela sua visita.
Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...