.

Ambev se une ao Green Nation em busca de sustentabilidade

29/11/2016

Em sua terceira edição, festival discutiu temas e comportamentos ligados ao dia a dia da sociedade 

O sonho da Ambev é ser a melhor empresa de bebidas, unindo as pessoas por um mundo melhor. Pensando nisso, a companhia apresentou o Green Nation um festival que propõe um diferente olhar sobre a sustentabilidade e une cultura, arte, entretenimento e esporte de forma interativa, com o objetivo de construir uma sociedade nova, de verdade, tanto em palavras, ações e pessoas, especialmente quanto ao meio ambiente.

Desde a quinta-feira, 24, até o domingo, 27, o Green Nation, aconteceu na Praça Mauá, no Rio de Janeiro. A entrada era gratuita o que atraiu grande público nos quatro dias do festival. A Ambev aproveitou a oportunidade para mostrar ao público presente no festival o seu compromisso com o meio ambiente e promover atitudes conscientes e sustentáveis entre os participantes. Por meio de atrações como o Mundo das Águas, os visitantes puderam ampliar seus conhecimentos sobre o tema e refletir sobre seus hábitos e os possíveis impactos na disponibilidade de água, aquecimento global e até na vida marinha.

A professora Márcia Marques pula para encher de água 
uma árvore e realizar o plantio de uma espécie ás margens 
do Rio Guandu
Na estação “Caminhos da Reciclagem”, as pessoas acompanharam a trajetória de  cada garrafa usada descartada corretamente e reciclada. E, logo depois, uma outra história sendo reescrita, conhecendo todo o processo de reciclagem que transforma uma garrafa de Guaraná Antarctica em outra nova. “Eu tinha um entendimento mais teórico sobre o processo de reciclagem por ser professora, mas a partir do momento que você tem a oportunidade de ver um equipamento desses, que mostra os caminhos da reciclagem, fica mais fácil de entender e pensar em participar dessa atividade. Isso faz com que eu pense mais em separar meu lixo e saber o quanto posso reutilizar as embalagens e agredir menos o meio ambiente”, contou a professora Marcela Pereira.

Simone Veltri, gerente de relações socioambientais da Ambev, contou que o compromisso vai além da reciclagem. “Tudo tem início no apoio às organizações de catadores e vai até o desenvolvimento de embalagens sustentáveis, tais como a garrafa PET 100% do Guaraná Antarctica e as garrafas de vidro retornáveis que são, ainda, produzidas com 60% de caco reciclado”, revela.

Não foi difícil para os participantes perceberem, descobrirem ou reconhecerem a presença da Ambev em diversos pontos do Green Nation. O Rio Guandu, principal fonte de abastecimento de água do Rio de Janeiro e que faz parte do programa Bacias, da Ambev, foi levado mais próximo ao público. Uma nave sobrevoava suas águas e mostrava o caminho que a água faz até chegar nas torneiras da residência da população. O voo também passou por áreas degradadas, assoreadas e reflorestadas e mostrou a importância da conservação das matas e florestas nas margens do rio para a qualidade e quantidade de água. “Eu ouvia falar do Rio Guandu, mas nunca tinha visto nenhuma imagem dele”, revela a médica Fabiana Machado, que complementa: “Depois de fazer esse sobrevoo, a gente amplia nossos horizontes, faz pensar na responsabilidade que cada um tem, de cuidar da qualidade da água, de não desperdiçar. E saí mais certa que cada um pode fazer sua parte para preservar”.

Outra atração do Green Nation abordou o consumo inteligente de bebidas alcoólicas, um assunto relacionado aos principais produtos produzidos pela Ambev. A ideia era conhecer mais sobre o que é o consumo moderado e o que é  o consumo nocivo de álcool, entendendo o papel de decisões conscientes e compreendendo a importância de beber sem exageros. “A sensação desse simulador é muito real. A projeção da realidade virtual é incrível. Você fica tonto realmente e perde a noção. Não pode dirigir e beber. Não pode ingerir álcool em excesso. Você se expõe a situações perigosas e não sabe o que pode acontecer. É uma atração bacana para quem acabou de fazer 18 anos para perceber que consumir em demasia pode ser prejudicial”, recomendou a produtora cultural Amanda Duarte. “Até pensei em ir de novo, mas fiquei tonta da primeira vez e desisti”, riu.

Ainda sob a batuta da companhia, na atração “Plante água”, os participantes eram convidados a se movimentar para apadrinhar uma árvore que será  plantada em áreas degradadas nas margens do Rio Guandu, através do Projeto Bacias, capitaneado pela Ambev. “Fiquei sabendo agora que o Rio Guandu é que abastece nossa cidade. É muito importante fazer parte desse projeto de preservação. Estou super animada por ser a responsável plantação de uma árvore às margens do Guandu”, diverte-se a professora Marcia Marques, enquanto pula no tablado e enche de água a imagem de uma árvore projetada em uma tela.

Para a gerente de gerente de relações socioambientais da Ambev, Simone Veltri, o Green Nation é essencial para todos os cidadãos. “Nossa presença como principal patrocinador de um evento como esse vem reforçar nossa preocupação com o tema e, também, com a importância do envolvimento de toda a sociedade neste processo” complementou Vetri.

Depois de separar o lixo em uma outra atração do Green Nation, a pequena Manuela Barreto, de 7 anos, deu o recado que ecoou na cabeça de todos os que passaram por ali: “Eu já coloco todo o lixo no lugar certo. E acho que todas as pessoas têm de cuidar da natureza”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e pela sua visita.
Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...