.

Literatura, dança e meio ambiente no caminho da Tocha

Na quinta-feira, a Tocha Olímpica chega a Foz do Iguaçu, onde se localizam 
as famosas Cataratas do Iguaçu (Foto: Ministério do Turismo)

27/06/2016

Ao longo desta semana, entre 27 de junho e 3 de julho, a Tocha Olímpica segue caminho pelo Brasil, passando por 26 municípios de cinco estados. Serão duas cidades do Mato Grosso do Sul, quatro de São Paulo, 15 do Paraná, três de Santa Catarina e duas do Rio Grande do Sul (veja relação abaixo). O trajeto permite um olhar mais atento a importantes polos turísticos, educacionais e culturais brasileiros. 

Um dos pontos de destaque do percurso da tocha nesta semana é a passagem por Foz do Iguaçu, no Paraná, na quinta (30) e sexta-feira (1). A cidade é sede do Parque Nacional do Iguaçu, famoso por abrigar as cataratas e integrante do mais importante contínuo biológico do Centro-Sul da América do Sul, com mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e outros 400 mil em florestas primitivas. Desde 1986, é Patrimônio Mundial da Natureza pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Outro município que receberá a chama olímpica, no dia 3 de julho (domingo), é Passo Fundo, no Rio Grande do Sul. A cidade ganhou título de capital nacional da literatura por meio da Lei 11.264, sancionada em 2006. O mérito foi concedido em função de Passo Fundo promover diversas atividades voltadas para essa linguagem. O município é sede, por exemplo, de um dos maiores debates literários da América Latina, a Jornada Nacional de Literatura. Por lá, haverá apresentação de orquestras, de roda de capoeira e de danças tradicionais da região.

"Nós nos sentimos muito orgulhosos em receber a Tocha Olímpica com toda a nossa cultura e hospitalidade", afirma a coordenadora da sétima região tradicionalista do Rio Grande do Sul. Gilda Galeazzi. Ela é uma das responsáveis por organizar as apresentações tradicionais da cidade, como a chula, um desafio de sapateios realizado por homens. "A cultura gaúcha inclui diversos aspectos, entre eles, as danças tradicionais e as de salão, os ritmos fandangueiros, interpretações vocais baseadas em festas tradicionais e as vestimentas", exemplifica. 

O MinC e a tocha 

O percurso da tocha abre espaço para a exibição das mais diversas expressões culturais do País ao mundo. Atento a essa oportunidade, o Ministério da Cultura (MinC) realizou convênio com prefeituras de capitais do Brasil para apoiar atividades de promoção cultural durante a passagem da Tocha Olímpica.

O projeto Celebrações nas Cidades do Revezamento da Tocha Olímpica destinará de R$ 192 mil a R$ 250 mil para 17 capitais, das cinco regiões brasileiras, organizarem eventos que devem, preferencialmente, ser realizados em espaços públicos de grande circulação. As atividades ainda devem divulgar a cultura, a arte e a gastronomia locais.

Cidades pelas quais a tocha passará nesta semana

Segunda-feira (27/6)
Nova Andradina (MS), Bataguassu (MS) e Presidente Prudente (SP)

Terça-feira (28/6)
Paraguaçu Paulista (SP), Marília (SP), Assis (SP) e Londrina (PR)

Quarta-feira (29/6)
Arapongas (PR), Maringá (PR), Campo Mourão (PR) e Cascavel (PR)

Quinta-feira (30/6)
Matelândia (PR), Medianeira (PR), São Miguel do Iguaçu (PR), Santa Terezinha de Itaipu (PR) e Foz do Iguaçu

Sexta-feira (1/7)
Foz do Iguaçu (PR)

Sábado (2/7)
Céu Azul (PR), Santa Tereza do Oeste (PR), Realeza (PR), Francisco Beltrão (PR) e Pato Branco (PR)

Domingo (3/7)
São Lourenço do Oeste (SC), Chapecó (SC), Concórdia (SC), Erechim (RS) e Passo Fundo (RS)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e pela sua visita.
Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...