.

Conferência da ONU vai revisar avanços de países menos desenvolvidos

Imagem: ONU

26//05/2016

Encontro começa nesta sexta-feira em Anatólia, na Turquia; seis nações onde o português é língua oficial fazem parte da lista de 48 países menos desenvolvidos.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.

A partir desta sexta-feira, os 48 Países Menos Desenvolvidos do mundo se reúnem para uma conferência global das Nações Unidas em Anatólia, na Turquia.

O objetivo do encontro é revisar o progresso dos LDCs, como o grupo é conhecido em sua sigla em inglês, nos últimos cinco anos.

Programa de Ação

Em 2011, a comunidade internacional adotou o Programa de Ação de Istambul, que projeta uma visão e estratégia para o desenvolvimento sustentável destes países na próxima década.

Passada a metade do período, esta revisão intermediária vai avaliar sucessos, desafios e lições aprendidas.

Expectativa

Para o subsecretário-geral da ONU para os Países Menos Desenvolvidos, Gyan Chandra Acharya, houve progresso, mas ele não foi uniforme para todas estas nações.

Em entrevista à Rádio ONU, Acharya, que também é alto representante para países em desenvolvimento sem litoral e pequenos Estados-ilha em desenvolvimento, falou sobre suas expectativas para a conferência.

Segundo o subsecretário-geral, encontro se concentrará em como "acelerar o progresso" onde já houve e como garantir que todos os países possam "continuar no caminho para o progresso nos próximos cinco anos".

Declaração Política

A conferência deve reunir representantes de governos, do setor privado, da sociedade civil, de instiuições multilaterais e da academia.

Uma declaração política é esperada ao final do encontro.

Língua Portuguesa

De acordo com o Escritório do alto representante, os LDCs representam o segmento mais pobre da comunidade internacional. Com mais de 880 milhões de pessoas, seus habitantes correspondem a 12% da população global.

Fazem parte do grupo de 48 Países Menos Desenvolvidos os lusófonos Angola, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Guiné-Equatorial, que tem o português como um dos idiomas oficiais, também integra a lista de LDCs.

Fonte: Rádio ONU

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário e pela sua visita.
Volte sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...